segunda-feira, 3 de julho de 2017

Reunião de Administração

Estive em casa uma semana de molho por causa de uma crise de hipomania e dois dias depois de voltar ao trabalho, e ainda meio pedrada, tive de ir a Reunião de Administração para prestar esclarecimentos técnicos sobre um projecto que coordenei e depois foi alterado devido a inconformidades geotécnicas que foram encontradas na fase de obra.
Estava nervosa mas preparei-me bem e lá fui eu. Cheguei meio atrasada mas ainda muito a tempo, mas calma e toda janota.
Quando chegou a minha vez respondi, serenamente, a todas as questões ficando todas as dúvidas sanadas.
No fim todos me vieram dar os parabéns e eu fiquei toda satisfeita porque apesar de todas as limitações da doença consigo dar a volta e ser profissionalmente respeitada.
 ;)

terça-feira, 27 de junho de 2017

Lares de idosos

O mais arrepiante em visitar lares de idosos não é encontrares lá idosos que estão lá sossegaditos entretidos em diversas atividades à espera que o tempo passe. O mais arrepiante é dares de caras com pessoas internadas da tua idade, e tu ainda estás na casa dos quarenta.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

No news, bad news

Há cerca de duas semanas me debato com uma forte descompensação. Já fiz duas vezes análises ao lítio e ao valproato de sódio e os valores continuam muito, muito baixos. Quase que tripliquei a medicação mas só lentamente vai funcionando. Tanta medicação deixa-me prostrada e tem sido muito difícil trabalhar. Neste caso tem que ser um dia após o outro e esperar por dias melhores.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Insomnia family

Estava ao telefone com a minha mãe, pessoa que sofre muito com insónias, a queixar-me que só tinha dormido quatro horas na noite passada. Ao que ela me respondeu: Olha isso é bom pois a tua irmã foi bem pior, ela diz que não dormiu a noite toda.
Pronto, é isto...

segunda-feira, 29 de maio de 2017

IRS bipolar

Normalmente todas as Primaveras, na altura da entrega do IRS descompenso, enervo-me com tanto papel e papelinho, entro numa piral descendente e acabo por não entregar o IRS a tempo e horas. Tem sido assim nos últimos 23 anos, ou seja, todos os anos em que tive de o fazer.
Mas este último ano foi diferente, e apesar de ter descompensado, entreguei o IRS a tempo e horas e por isso ficamos muito satisfeitos. Tanto que para comemorar fomos comer uma caracolada.